Redirecionamento

javascript:void(0)

sábado, 17 de março de 2012

Campeonato Sul-Americano é oportunidade para jovens atletas

atletas durante treino de aquecimento no Campeonato Sul-Americano de Desportos Aquáticos, em Belém do Pará 
O Campeonato Sul-Americano de Desportos Aquáticos, que acontece na capital paraense até o dia 25 de março, é uma oportunidade para os jovens atletas. A participação deles na natação e nos saltos ornamentais é maciça. Entre os 360 competidores inscritos, boa parte, segundo a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), possui entre 19 e 24 anos, mas não é difícil de encontrar nadadores ainda mais jovens. 

Carlos Claveria, de 15 anos, é da Venezuela. Para ele, representar o seu país junto com atletas mais experientes é uma honra. “Ser um atleta jovem no meio de tantos outros experientes me deixa honrado, principalmente por representar o meu país num Campeonato Sul-Americano”. 

Carlos ressalta que participar do campeonato com atletas mais experientes o ajuda a aprender novas técnicas, que lhe ajudarão na carreira de nadador. 

“Aprendo bastante aqui. Quero ganhar cada vez mais experiência e alcançar competições ainda mais importantes. Pretendo fazer parte do Mundial de Natação, ano que vem, no Marrocos, além das Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro. É um grande sonho participar das Olimpíadas que tenho certeza que vou conseguir”, disse o atleta adolescente, que treina desde os 4 anos na Venezuela. 

A novata em sul-americanos, Andressa Mendes, carioca de 14 anos, treina desde pequena saltos ornamentais. Ela disse que este campeonato é uma grande oportunidade na carreira dela. “Pretendo ganhar experiência com os outros atletas, melhorar minhas técnicas e, quem sabe, garantir vaga para outras competições”, disse a jovem, que, na opinião do diretor técnico de saltos ornamentais da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, Giovani Casilo, será uma revelação nesta modalidade em breve. 

A paraguaia Sofia Lopez, que assim como Andressa tem 14 anos, já participou de outro Sul-Americano, na Colômbia. Para ela, que treina desde os 6 anos de idade em Assunção, nadar ao lado de grandes atletas, campeões mundiais, é um privilégio e, ao mesmo tempo, uma oportunidade. “É bom para ganharmos experiência e conseguir dar outros passos na nossa carreira. Representar o Paraguai e nadar ao lado de grandes ídolos, como o Cesar Cielo, é muito bom”, afirmou. 

Campeonato 
O Campeonato Sul-Americano de Desportos Aquáticos começou nesta quarta-feira, 14, no Parque Aquático do Pará, em Belém. Até o dia 25, várias competições acontecem, entre elas de natação, saltos ornamentais, nado sincronizado, polo aquático e maratona aquática. O público tem acesso livre ao evento, com entrada franca. Além disso, o campeonato é transmitido, ao 

vivo, para diversos países do mundo pelo canal Sport TV. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário