Redirecionamento

javascript:void(0)

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Emater discute melhoria na qualidade da gestão para 2012

Coordenadores dos doze escritórios regionais da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater) se reúnem de terça (14) a quinta-feira (16), na Unidade Didático-Agroecológica do Nordeste Paraense, em Bragança, para discutir os resultados obtidos durante o ano passado e o impacto dessa ação no campo, além de estabelecer as novas diretrizes para 2012.

Somente em 2011, a Emater aumentou em cerca de 12% (de 110 mil para 130 mil) o atendimento às famílias de agricultores em todo o Estado. A inclusão de novas famílias, agora atendidas via chamada pública, explica parte do aumento. Entre as propostas desenvolvidas pelos escritórios regionais, está o modelo de gestão adotado na Emater de Castanhal, onde a equipe técnica faz acompanhamento, monitoramento e avaliação das atividades in loco.

Segundo o coordenador técnico da Emater, Paulo Lobato, os serviços primam pela melhoria de qualidade no atendimento, o que resulta no aumento de produtividade no campo. Entre as ações executadas junto aos agricultores familiares está o “redesenho” da Unidade de Produção Familiar (UPF), que passa por um diagnóstico da propriedade, planejamento e visitas de acompanhamento técnico, visando obedecer os novos critérios da legislação ambiental e oferecer ao produtor os sistemas produtivos mais viáveis.

A presidente da Emater, Cleide Amorim, diz que dentro da gestão de resultado, o primor pela qualidade dos serviços já é uma prática do dia a dia da empresa, que atende também as exigências do projeto de modernização e fortalecimento da capacidade de gestão pública, parceria entre o Governo do Pará e o Movimento Brasil Competitivo.

Durante o evento também será assinado um termo de cooperação técnica entre a Emater e a Fundação Roberto Marinho, para desenvolver o projeto “Florestabilidade”, que busca educação para o manejo florestal nos moldes do Telecurso. Pela parceria serão capacitados 100 extensionistas para atuar no projeto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário